Pesquisar no blog

Inove na redução de custos operacionais e administrativos

Inove na redução de custos operacionais e administrativos

Diminuir as frutas semanais, colocar avisos de “apague a luz” pelo escritório, reduzir a verba de treinamentos, cortar o investimento das festas internas... No curto prazo, essas medidas costumam ser efetivas na redução de custos operacionais e administrativos. Mas será que sustentam uma estratégia contínua para otimização do fluxo de caixa?

De fato, a redução de custos operacionais em uma empresa é uma operação delicada para qualquer gestor. Talvez por isso, muitos líderes acabam escolhendo as mesmas táticas quando é necessário reduzir o orçamento e, depois que elas geram o resultado esperado, parecem faltar caminhos para enxugar ainda mais as despesas.

Inovar de forma assertiva para economizar é uma receita que pode trazer ótimos benefícios para a gestão do negócio. Inclusive porque a redução de custos de forma brusca e sem propósito é capaz de ocasionar uma série de consequências prejudiciais para a empresa.

Quer mais ideias de como reduzir os custos operacionais e administrativos? Confira as dicas que separamos!

Como inovar na redução de custos operacionais?

Muitas empresas desperdiçam recursos sem saber. Quem precisa apostar na redução de custos operacionais e administrativos deve estar sempre atento para as oportunidades de otimização do orçamento!

otimização de custos

 

Precisamos falar com clientes

Falar com seus clientes nunca é um mau negócio. Eles podem dar pistas preciosas sobre quais pontos você pode mudar, ou ainda, aprimorar na sua empresa. Em termos de custos, as percepções dos clientes também servem como um bom indicador.

Afinal, por meio de uma boa pesquisa, você pode chegar à conclusão de que alterar a forma de entrega de um produto ou serviço pode ser uma excelente forma de reduzir custos e ainda agradar ao público. Falar com seu cliente, além de melhorar o relacionamento e demonstrar cuidado, ajuda a reduzir custos para ambos. Por isso, não deixe de considerar essa possibilidade antes de sair cortando o orçamento.

Aposte em produtividade

Só de falar em produtividade muitos gestores já pensam em treinamentos. E, consequentemente, enxergam também os cifrões… Porém, investir em produtividade é algo que efetivamente traz retorno para empresa e reduz custos. A lógica é muito simples: tempo é dinheiro. Portanto, empresas que desperdiçam tempo dos colaboradores, desperdiçam também dinheiro.

Produtividade, no entanto, é um tema amplo para se trabalhar dentro do contexto empresarial. Além do desenvolvimento e treinamento de funcionários, também é possível desenvolver a produtividade através da otimização de processos, por exemplo. Ou seja, o olhar atento e o feedback de quem executa cada atividade é valioso na hora de investir em produtividade!

[Leia também: Produtividade na empresa: como explorar esse fator competitivo]

Chega de desperdício

Já parou para pensar sobre a quantidade de insumos que você tem parado em seu estoque? E o lixo que você gera? Será que ele tem valor? Prestar atenção a esses itens pode ser um grande diferencial para uma empresa. Vender ou reaproveitar seus estoques excedentes de insumos, ou mesmo o material reciclável decorrente do processo de produção, pode ser uma excelente maneira que gerar receita, sem precisar cortar absolutamente nada.

Dependendo do ramo de atividade, usar essa estratégia pode trazer um grande benefício para o orçamento!

Aproveite a tecnologia

De um modo geral, os recursos tecnológicos surgiram para trazer mais praticidade e eficiência para o dia a dia, tanto de pessoas quanto de empresas. Hoje, muitos softwares e aplicativos são capazes de automatizar uma série de procedimentos, promovendo assim a redução de custos.

Já parou para refletir quanto custa para a sua empresa manter uma política de reembolso de táxis, por exemplo? São nesses detalhes que os recursos acabam pingando do caixa da empresa como um vazamento, causando um verdadeiro problema no orçamento ao final do mês.

Avaliar processos, buscar ferramentas e usar a tecnologia para automatizar cada vez mais é um tipo de investimento que traz retorno certo e gera uma bela economia de recursos.

easycorporate

Otimize seu espaço

O custo do aluguel comercial nas grandes cidades vem aumentando cada vez mais. Por isso é importante utilizar o espaço da empresa com inteligência. Fazer o uso de escritórios remotos ou fazer a gestão de documentos fora do espaço da empresa pode ser uma excelente maneira de cortar custos, sem prejudicar o dia a dia do negócio.

Hoje, com o objetivo de evitar gastos, muitas empresas vêm criando políticas de trabalho remoto, permitindo que o colaborador execute suas funções em home office. Essa prática, embora vista com desconfiança por alguns administradores, pode ganhar cada vez mais espaço, especialmente depois da regulamentação dessa questão pela legislação trabalhista.

Mantenha o quadro funcional sob controle

Assim como as demissões geram ônus decorrentes das verbas trabalhistas, o aumento de funcionários pode não ser uma boa estratégia quando é necessário cortar gastos. O ideal em um cenário financeiro delicado é investir ao máximo em produtividade, engajando colaboradores e buscando mais resultados.

O crescimento desenfreado de uma empresa gera tanto gastos quanto demissões, por isso, aposte em performance e e aprimore sua gestão de pessoas antes de mudar o quadro funcional. Muitas vezes, aumentar as comissões por cumprimento de metas, por exemplo, podem acelerar mais a entrega dos resultados do que contratar um novo funcionário.

Como não errar na redução de custos operacionais e administrativos?

Se você já sabe como inovar na hora de construir uma política de redução de custos operacionais, saiba também o que deve ser evitado neste processo. Assista ao vídeo do consultor do Sebrae-SP Júlio Alencar!

Inovar não precisa ser tão complexo!

Nem sempre é fácil trazer o conceito de inovação quando o tema é redução de custos. Porém, essa não é uma tarefa impossível. Pensando de forma estratégica, sempre é possível melhorar as políticas já estabelecidas, mesmo que você não seja o gestor da área ou o responsável por esta meta dentro da empresa.

Levar esse tipo de transformação para a empresa destaca você como profissional e garante a competitividade do negócio no qual está inserido. Portanto, não deixe de estar de olhos e ouvidos abertos para todas as oportunidades de contribuição para a redução de custos operacionais na sua empresa. Quem sabe você não é capaz de identificar uma excelente oportunidade de economia, que irá viabilizar novos investimentos e muito mais competitividade?

Gostou dessas dicas? Então, não deixe de conferir mais dicas para quem quer reduzir custos além do óbvio.

Compartilhar:

Ajudamos empresas a reduzirem seus gastos e a melhorarem sua gestão de transporte através da inovação com tecnologia.

Deixar Comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Cancelar resposta
RECEBA DICAS DO EASYCORPORATE
PARA FACILITAR SEU TRABALHO
Receba dicas do
EasyCorporate para
facilitar o seu trabalho.
Obrigado por se inscrever em nossas newsletters
Obrigado por se inscrever em nossas newsletters